Que lição devemos tirar com o fim do Google+ ?

No dia 2 de fevereiro, as pessoas com conta do Gmail foram alertadas sobre a desativação da rede social Google+. A mensagem visava alertar os usuários para que pudessem baixar seus conteúdos feitos exclusivamente na plataforma até o mês de Abril.

Não podemos dizer que fomos pegos de surpresa, já que apesar de contar com um forte nome, o Google+ nunca chegou de fato a representar uma grande ameaça ao seu grande concorrente, o Facebook. Aliás, o que não falta no mundo são plataformas que visam se tornar “a próxima grande coisa” como o também finado Google Wave, o Hello ( uma tentativa de reencarnar o Orkut, feita pelo criador da mesma), o MSN Messenger, dentre outros.



Momentos como esse só nos fazem ver como, cada vez mais, parece imprescindível manter o site da sua empresa, moderno e relevante para seus possíveis consumidores e sempre, trabalhar na captação de leads para contar com uma base de e-mails atualizada de público para poder conversar com eles.

Parece óbvio tudo isso, mas muitas empresas deixaram de lado para dar mais ênfase às suas redes sociais e agora podem perceber que investiram um tempo precioso em algo que “não existe mais”. Você não quer ser essa empresa, não é?

Deixe uma resposta